inside sales

Quando se tem uma organização que utiliza o Inside Sales, é necessário ter métricas para analisar e acompanhar os resultados para entender se o seu time está sendo efetivo.

Apenas dessa forma é possível saber se o planejado está sendo cumprido e executado na sua maior potencialidade.

Para te ajudar com isso, separamos alguns KPIs que podem auxiliar no seu acompanhamento de resultados.

inside sales

1 – Valor médio de venda

É muito importante que o seu negócio entenda o quanto cada vendedor é capaz de vender, em média, durante determinado período de tempo. Para isso, você pode usar o valor médio de venda.

Separe o número de vendas realizadas pelo seu profissional em um tempo determinado e faça a divisão desse valor pela receita que ele gerou.

Dessa forma, você terá acesso a um dado importante para estabelecer perfis mais parecidos com os membros do seu time, o qual te ajudará a entender as melhores maneiras de lidar com o seu time e a saber mais sobre a cultura organizacional dos seus vendedores.

2 – Taxa de conversão

Sem dúvidas, essa é a métrica mais utilizada nas vendas e atendimentos digitais do Inside Sales. Caso você trabalhe com essa metodologia na sua organização, definitivamente, é preciso utilizar esse KPI.

Para utilizá-lo, é interessante que você tenha um funil de vendas estruturado, mesmo que de forma básica. A partir disso, você deve começar a considerar qual a porcentagem de conversão de uma etapa do funil para outra.

Dessa forma, você consegue compreender como está a eficiência do funil, etapa por etapa, além de conseguir mapear possíveis problemas e potencializar determinadas fases do funil.

3 – Taxa de ramp-up de vendedores

Entender o tempo de rampeamento da sua equipe de Inside Sales funciona basicamente para se ter o cálculo da curva de crescimento de vendas. Esse termo Ramp-up, do inglês “acelerar”, é muito utilizado, principalmente em indústrias, mas também tem seu uso em diversos outros tipos de organizações, inclusive as que utilizam o Inside Sales.

Essa taxa faz com que o responsável por esse processo faça a analise de quanto tempo a equipe utilizou para atingir as metas. Isso possibilita o controle de como está o ritmo das suas vendas. 

“Em quantas semanas meu time com 5 vendedores atingiu 100% da meta?”

Assim, você consegue identificar os pontos de melhoria do seu time de atendimento e vendas digitais e desenvolver novas estratégias, com foco em aumentar as vendas e potencializar os resultados em determinados períodos.

4 – Oportunidades por mês por vendedor

É basicamente um controle de quanto cada vendedor conseguiu converter de oportunidade para vendas por mês. É interessante que nessa métrica você consiga organizar acompanhamentos bimestrais ou trimestrais. Tudo isso para avaliar planos de ação ou feedbacks para entender quais as dificuldades e objeções que o seu funcionário deve estar enfrentando.

Inclusive, você pode juntar todas as outras métricas já listadas e criar um relatório geral totalmente focado em entender o potencial do seu processo. 

5 – Qualidade das reuniões

Essa análise varia de acordo com a operação do inside sales do seu negócio. Você pode fazer uma numeração de 1 a 5 para avaliar a qualidade da reunião que seus comerciais tiveram. 

Após isso, você observa como está, no geral, a qualidade dos leads que estão chegando para o seu processo comercial. Mais uma vez, utilize relatórios e gere uma boa gestão de conhecimento para entender como está o seu atendimento e vendas digitais.

No geral, essas são métricas que podem te ajudar em todo o processo de vendas. Caso você precise ou queira entender um pouco mais sobre a operação Inside Sales, continue lendo mais artigos no nosso blog. Com certeza você vai encontrar mais conteúdos que podem te ajudar no seu processo de atendimento e vendas digitais.

Aproveite também para acompanhar nossas redes sociais e ver mais conteúdos como esse.

Leia também:

Sem Comentários

    Deixe um Comentário